Alegria e acolhimento marcam o processo de integração de novos funcionários

Veja como os funcionários são recebidos no primeiro dia de trabalho na Solar

Quem nunca sentiu aquele frio na barriga no primeiro dia de trabalho? É uma mistura de sentimentos e sensações. Na maioria das vezes, você está muito feliz por começar o primeiro ou um novo emprego, mas ansioso pelas atividades, para conhecer os novos colegas, os objetivos da sua área, a história da empresa e tantos assuntos. Você também pode ficar apreensivo por ainda não saber como será recebido e se terá as informações necessárias para começar a nova empreitada.

Pensando nessas inquietudes tão comuns dos novos momentos e entendendo que uma boa recepção e integração facilitam não apenas a chegada do novo funcionário, mas impacta em toda a organização, a Solar decidiu rever o seu processo e fazer diferente.

Uma das primeiras diretrizes foi a seguinte: precisamos dar continuidade à experiência positiva alcançada no recrutamento e seleção para o primeiro dia de trabalho, como nos conta Sarah Cavalcante, Coordenadora de Recursos Humanos na Solar e uma das responsáveis pelo projeto:

“Eu sentia que estávamos muito preocupados em criar a melhor experiência na seleção, mas que ao chegar, o primeiro dia do novo funcionário não o encantava e sabíamos que tínhamos uma grande oportunidade nas mãos. O nosso negócio é mágico, então a integração tinha que ser mágica também. ”

A partir dessa diretriz e consciente de um outro grande desafio que é a quantidade de informação que precisa ser repassada aos novos funcionários, o time de Desenvolvimento organizacional definiu qual seria a essência do processo de integração. “Ele precisava ser: divertido, dinâmico e representar verdadeiramente os três valores da Solar: Paixão, Inconformismo Construtivo e Senso de Propriedade”, diz Gizelle Furlan, Coordenadora de Recursos Humanos na Solar.

Hoje a integração tem degustação do portfólio de produtos da empresa, visita à fábrica, competições, quiz e muitas atividades de modo que o novo funcionário conheça as principais crenças da empresa de forma lúdica.

E o processo não inovou apenas no conteúdo, mas principalmente na forma de fazer.

Quem você acha que é responsável por compartilhar o conteúdo? O time de Recursos Humanos? Uma consultoria especializada? Nada disso, quem faz acontecer na Integração de Novos Colaboradores da Solar é o Time de Instrutores, formado por funcionários das mais diferentes áreas que, voluntariamente, participaram de um processo seletivo, receberam treinamento e periodicamente colocam em prática a visão da empresa: “Apaixonadamente, abrir sorrisos em cada rosto”. 

 


 

No primeiro ciclo foram mais de 2 mil inscritos no programa para ocuparem 76 vagas ofertadas nas várias unidades da Solar. Após dois anos do novo processo, os responsáveis pelo projeto já iniciaram o segundo ciclo de recrutamento de instrutores e a procura continua bastante elevada.

Os benefícios são muitos e recíprocos: os instrutores envolvidos no programa passam a ser uma referência na unidade, se tornam conhecidos por todos e se desenvolvem bastante durante o ciclo. Os novos colaboradores já demonstram empatia imediata quando descobrem que o instrutor é funcionário e percebe o quanto ele é apaixonado pela empresa. Além disso, a troca de informações no dia a dia é facilitada, uma vez que a convivência foi estabelecida logo no primeiro dia.

No decorrer desses anos, a Solar colhe os frutos desse novo processo e continua buscando melhorias ouvindo instrutores, gestores, antigos e novos colaboradores, afinal, felicidade no trabalho deve estar presente desde o primeiro dia.