Coca-Cola e Acarajé: Baianas recebem apoio para retomada

A Solar Coca-Cola anuncia a continuidade do plano de apoio e parceria com mais de 400 Baianas produtoras de Acarajé

A Covid-19 trouxe grandes impactos não só na saúde, mas também nas áreas econômicas e social, afetando praticamente todos os setores e negócios de todos os tamanhos do País inteiro. Na Bahia, um setor reconhecido nacionalmente como patrimônio cultural imaterial do Brasil, tem sido afetado diretamente: as baianas do acarajé. Depois de uma primeira ajuda emergencial realizada em julho deste ano, a Solar Coca-Cola, segunda maior fabricante do sistema Coca-Cola no país, abraçou a causa e anuncia um plano estruturado para apoiar e ajudar a impulsionar a retomada dos negócios de mais de 400 baianas que sofreram fortes impactos coma pandemia. O projeto tem apoio da Coca-Cola Brasil.

 

Numa primeira ação, a Solar oferecerá um “Kit Tabuleiro”, que contará com azeite de dendê, camarão seco, amendoim e todos as demais matérias-primas para as primeiras produções de Acarajé.  “Sabemos a capacidade de trabalho, qualidade e força das Baianas nesse ofício que é, sem dúvida, um símbolo da Bahia e do Brasil. Para elas não falta talento e vontade de trabalhar. O que estamos fazendo é apenas dar uma mãozinha para o primeiro passo”, destaca Fabio Acerbi, diretor de Relações Externas da Solar.

 

A ação será a primeira atividade de um projeto que foi idealizado a partir de uma pesquisa realizada as Baianas e que revelou que mais da metade das entrevistadas (57%) estavam apreensivas em não conseguir voltar a trabalhar por conta da falta de dinheiro para comprar os ingredientes. Além dos kits, a Solar irá fornecer mais de 9 mil refrigerantes, máscaras de proteção, álcool em gel e materiais informativos com protocolos orientados pelo Ministério da Saúde para proporcioná-las um retorno seguro.

 

O programa segue todas as orientações das autoridades de saúde do Estado da Bahia e todas as beneficiadas com a ação participarão de cursos de capacitação que visem garantir o atendimento a protocolos de saúde, segurança e higiene. A doação à ABAM faz parte de uma série de ações que a Solar vem realizando todo o Nordeste, Mato Grosso, parte de Goiás e Tocantins, incluindo uma parceria com o Sebrae que vem levando informação para mais de 200 mil pontos de vendas. Na Bahia, além dessas parcerias, já foram doadas 500 cestas básicas para as baianas, além de 300 mil garrafas plásticas para envase de álcool gel distribuído em diversos municípios e 12 mil litros de água mineral para os hospitais de combate à covid-19.