Energia e Clima

A Solar Coca-Cola busca o desenvolvimento respeitando o meio ambiente e reduzindo as emissões de carbono nos processos de fabricação e distribuição, visando implantar ações cada vez mais sustentáveis.

Desde julho de 2006, a empresa aderiu ao programa de Biodiesel do Governo Federal, antecipando-se ao programa que veio a ser obrigatório a partir de 2008, em todo o Brasil. Com a frota sendo abastecida pelo biodiesel, a Solar reduz a emissão de dióxido de enxofre, além de colaborar para a melhoria da renda familiar de diversos agricultores da região nordeste.

Outra atitude da Solar Coca-Cola para colaborar com a preservação do meio ambiente é a constante manutenção preventiva da frota de caminhões para garantir melhor desempenho dos motores, o que gera um menor consumo de combustível e uma redução na emissão de CO2.

As fábricas da Solar também recebem constantes investimentos para a economia de energia, tendo seu processo produtivo frequentemente avaliado para propiciar a redução do consumo. Há alguns anos, a Solar só adquire geladeiras com capacidade acima de 250 litros, equipadas com um controlador inteligente de energia elétrica (proprietário da The Coca-Cola Company). O Equipamento é responsável por aumentar a eficiência energética das geladeiras em mais de 50%. Também foi realizada a substituição de lâmpadas fluorescentes por lâmpadas LEDs, eliminando, com isso, o processo de descarte de lâmpadas com presença de mercúrio e reatores queimados.

Buscando a redução dos gases de efeito estufa gerados pelos equipamentos de refrigeração, a Solar fez a substituição total dos gases nocivos a camada de ozônio presentes nos equipamentos existentes no mercado por gases com menor impacto, contribuindo para a preservação da camada de ozônio.